image-3

Unidade de Secagem de Resíduo Secador Rotativo SR1900

Capacidade aproximada: 6000 kg/h

MOEGA MET RECEB 4,5 M³ MG1
Moega para recepção dos resíduos para processamento.
MOEGA DE RECEBIMENTO EMBUTIDA para resíduo, fabricada em chapa galvanizada NBR7008.
Possui transportador helicoidal para extração do cavaco, modelo THJS 250 3,0 cv.
Especificações:
Capacidade: 4,5 m³
Comprimento: 3099 mm
Largura: 2194 mm
Altura: 1174 mm
CHUPIM ABAST MÁQ CH1
Equipamento este para retirar da moega e abastecer MAQ DE CAPTAR METAIS
TRANSPORTADOR TIPO CHUPIM de abastecimento do máquina de captar metais elevada.
MÁQ CAPTAR METAL ELEVADA MQ1
Utilizada para captar objetos estranhos metálicos para evitar dano no triturador.
MÁQUINA DE CAPTAR METAIS ELEVADA para unidade secadora de resíduos, com escada em de grãos para acesso 45°.

Dados:
Potência: 1,0 cv;
Dimensões principais:
Comprimento total: 2,34 m;
Altura total: 1,5 m;
Largura: 0,83 m;
SECADOR ROTATIVO SR1900 SR1
SECADOR ROTATIVO destinado à secagem de diversos tipos de resíduos. Seu funcionamento ocorre mediante a aplicação de calor sob condições controladas.
Capacidade aproximada: 6000 kg/h – 18 para 13% – Resíduo soja/milho. Obs.: A capacidade pode sofrer alterações dependendo do tipo de impureza e da umidade.

Dimensão aproximadas de área para instalação do projeto, 10 x 24 metros.
Dimensão do cilindro Ø1,90 x 15,00 metros.
Acionamento por moto redutor controlado por inversor de freqüência, para controle de velocidade.
Parte interna com sistema de helicóide para avanço e movimentação do produto.
Duas pista de rolamento com roletas de material de alta resistência e rolamento auto compensadores de rolos.
Pintura externa com tinta resistente a alta temperatura.
O secador é composto de:
Cilindro suspenso por roletes.
Fornalha com estruturas com perfil de aço e revestimento interno de tijolos refratários.
Ciclone, destinado para o ensaque de poeira e partículas.
Potência instalada
Exaustor: 25 CV – 6 Pólos
Cilindro: 15,0 CV – 4 Pólos
ELEV 060T/H 20,9M EA1
Equipamento para retirar o resíduo seco e abastecer o silo de expedição
DISPOSITIVO DE CARGA modelo DCJS-2 CC, confeccionado em chapa galvanizada NBR7008.
Dados técnicos:
Capacidade: 045T/H – Resíduos – (0,60 t/m³)
Altura: 20,9M
Acionamento: Motoredutor – Freio anti recuo
Motor: 7,5 CV, 4 PÓLOS
Velocidade: 3,0 m/s
Polia acionamento: Ø 630 mm – Lisa

Polia conduzida: Ø 630 mm – Tipo Gaiola
Espessura chapas: Corpo (1,55 mm); Pé (2,70 mm); Cabeça (2,70 mm).
Correia: 8″ – 3 Lonas
Caçambas por metro: 5,8 un
Modelo da caçamba: 200S – PEAD
Pé com sistema de limpeza total.
Módulo com janela para inspeção e manutenção das caçambas e correia.
Cabo de aço para trava quedas.
Plataforma de manutenção com guarda corpo e piso antiderrapante.
Cabeçote totalmente desmontável com chapa de desgaste 1045
Conjunto escada marinheiro com guarda corpo e plataformas de descanso à cada 6,0 m, conforme NR12
SILO EXPED SPB 0304 60° SE1
Equipamento para depósito e expedição dos resíduos secos.
01(UM) SILO EXPEDIÇÃO;
Dados:
Modelo: SPB 0304 60°;
Diâmetro: Ø 3,71;
Altura do telhado: 1 m;
Altura do cilindro: 3,59 m;
Altura do funíl: 2,9 m;
Capacidade: 53,2 m³ – 34,6 ton (incluso 6 % de compactação);
Capacidade considerando P.e.: (0,65 t/m³ );
Corpo fabricado em chapa galvanizada ZAR 345 n° 20;
Cone 60° fabricado em chapa galvanizada n° 16;
Estrutura de sustentação: Isenta;
Componentes normais:
Escada externa com guarda corpo;
Tampa de inspeção;
Escada interna;
Escada do teto;
Montantes Externos.
Acompanha: 01 Registro Basculante Ø de 750 mm x 840mm.
ESTRUT SILO EXP 0304 60° EST1
Equipamento para sustentação do silo de expedição
ESTRUTURA METÁLICA para o silo expedição modelo SPB 0304 com acabamento acrilado verde.
Especificações:
Pés em perfil U soldados
Estrutura base superior em perfil W
Escada de degraus com patamar de acesso aos registros,

Escada marinheiro de acesso à escada do silo

ESTAIAMENTO
CONJUNTO DE ESTAIAMENTO para os elevadores, sendo que os níveis são dispostos a cada seis metros.
Cada nível é formado por quatro cabos e são compostos de cabos de aço, clips, esticadores, sapatilhas e manilhas. O travamento dentro do poço é realizado através de cantoneiras soldadas em obra.
Obs.: As quantidades de cabos de aço para o estaiamento estão sendo considerados para os pilares de ancoragem (mortos), dispostos a uma distância que o ângulo do cabo esteja a 45º.
Caso os pilares de ancoragem sejam alocados em posições que o ângulo do cabo seja maior que 45°, o excedente deverá ser fornecido pelo cliente.
OPCIONAL ABAST CAVACO OP1
Este equipamento é opcional para sistema de abastecimento à cavaco para queima na fornalha, onde este fica automatizado substituindo abastecimento da fornalha com lenha em tora.
ABASTECEDOR/ QUEIMADOR DE CAVACO AUTOMATIZADO com acabamento acrilado verde.
Especificações:

Moega de recebimento cavaco com escada de acesso
Alimentação da área de queima: Roscas transportadoras superior controlável e inferior com velocidade fixa, para evitar o retorno das chamas. O controle é efetuado por inversor de freqüência.
Acionamento roscas: Motorredutor
Potência: 1,5 cv – 220/380/440 V – 4 Pólos – IPW 55 – 60 Hz
Ventilador para insuflação de ar ILS 280 2,0 cv – 60 Hz
Quadro de comando para acionamento das roscas e ventilador
Grelhas fundidas para área de queima

Tags: No tags

Comments are closed.